Deibson Silva eterniza legados no metaverso aliando o mapeamento da mente à inteligencia artificial

Pesquisador e neuropsicólogo brasileiro, desenvolve tecnologias ao lado de cientistas da Universidade da Califórnia – Berkeley para preservar conhecimentos, memórias e personalidades para as gerações futuras

Com uma trajetória pessoal singular,
Deibson afirma ter se inspirado nos estudos e feitos de Napoleon Hill. Para quem não sabe, o autor citado foi um grande pesquisador da mente humana do século XX. Pois Deibson, por caminhos bem distintos, tem construído uma trajetória bastante notável neste começo de século XXI. Nascido em Fortaleza em 1986, neuropsicólogo formado pela Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), autor de dois best-sellers*, vem desenvolvendo projetos que aliam mapeamento mente consciente à inteligência artificial, e aprimoramento socioemocional de forma inovadora.

Ele se refere à sua avó com muito carinho, conta que havia entre ambos uma ‘forte conexão’ e que daria tudo para ouvi-la novamente. Mas por que estes pontos são importantes na trajetória do cientista? Simples: porque o seu mais novo empreendimento, o Legathum, é um “metaverso do legado humano”, como ele define, acrescentando que o “objetivo deste projeto é fazer com que todo ser humano deixe seu legado para as gerações futuras e possa também aprender com o legado dos seus ancestrais, avós, bisavós… Este sem sombra de dúvidas é o grande propósito da minha vida”, ressalta.

Sim, hoje o Metaverso está se tornando um assunto tão falado, mas é bom ressaltar que o projeto de Deibson Silva começou a ser ‘desenhado’ ainda em 2020, durante uma imersão realizada por ele no Vale do Silício. “Ali eu tive a oportunidade de trocar informações com executivos e líderes das principais big techs do mundo”, salienta. Foi através desta experiência que o pesquisador conheceu profissionais da tecnologia e cientistas da UC Berkeley e mais de um ano depois, no Brasil, ele apoiaria uma bem sucedida pesquisa destes para finalmente, dar vida a sua ambiciosa criação – o Legathum.

Mas antes do Legathum, Deibson já tinha criado outros dois projetos impactantes: em 2014 criou um Assessment, software para análise de perfil comportamental que já mapeou mais de 1,1 milhões de pessoas em todo mundo e cuja sua metodologia já formou mais de 11 mil profissionais do Brasil, EUA, Portugal, Angola. Este software que foi vendido para uma Escola de Coaching, foi, segundo ele, seu ‘primeiro grande êxito na carreira’. Anos mais tarde, viria outro negócio que também se tornaria um sucesso: em 2018, Deibson criou o Goowit, uma rede social profissional focada no desenvolvimento de competências socioemocionais que ficou conhecida como o “Tinder dos empregos”. O Goowit, que conquistou mais de 400 mil usuários dos mais diversos perfis profissionais os conectando a mais de 1.200 empresas, também foi vendido, dessa vez para o Grupo SER Educacional de Janguie Diniz em setembro de 2021 numa transação milionária.

Em sua vida pessoal, o pesquisador faz questão de ressaltar a importância da família, não só da avó, que sempre o estimulou nos estudos; quanto também de seus pais, dos filhos e da esposa que o acompanha desde os 18 anos de idade para que sua determinação em torno de seus projetos se mantivesse constante mesmo diante de todos os desafios e adversidades de uma vida empreendedora.

Deibson também narra os percalços da sua trajetória, relembra o ano em que se viu falido financeiramente e mesmo após esse período difícil decidiu recomeçar, fase essa que foi extremamente importante para que se dedicasse ainda mais aos estudos e pudesse assim se preparar para grandes conquistas que estavam por vir.

Atualmente como Fundador e CEO do Legathum, o pesquisador se entusiasma ao falar das possibilidades oferecidas por este ‘ecossistema’ que reúne inteligência artificial, histórias de vida (legados), aprendizados e experiências individuais ou como ele diz de forma simples e direta: “Meu desejo é que através do Legathum as gerações possam se encontrar, país, filhos e netos possam saber mais sobre as vidas dos seus antepassados através de uma experiência única no metaverso. Acredito que todo ser humano deve ter sua história de vida eternizada, pois nós temos muito a aprender uns com os outros”, conclui.

Sobre Deibson Silva

Além de pesquisador, Deibson Silva é palestrante internacional e autor dos best-sellers: ‘Decifre e influencie pessoas’ e ‘Decifre seu talento’. Ainda em fevereiro, Deibson se instalará definitivamente em Berkeley na Califórnia – Estados Unidos, onde irá lançar e aprimorar o Legathum com uma equipe internacional de cientistas. Ele também produz conteúdos relevantes sobre tecnologia, comportamento e ciência em seu Instagram.