Outubro Rosa: mês de cuidados com a saúde da mulher

Entenda a importância e confira 8 dicas de cuidados essenciais para você adotar

Por: Caroline Lyrio

O mês de outubro chegou e junto com ele se inicia a campanha outubro rosa, que tem o objetivo de alertar a população feminina sobre os cuidados com a saúde que vão muito além da prevenção de câncer de mama.

Os cuidados são importantes para controlar os fatores de risco e estimular os fatores preventivos. Adotar algumas medidas simples como ter uma alimentação saudável e uma boa noite de sono, são fatores que reduzem o risco de desenvolver doenças como o câncer de mama.

Confira 8 dicas de especialistas que orientam como a mulher pode cuidar da sua saúde!

1)                 Tenha uma alimentação saudável

Tamara Borges, Health Coach da Pulse Nutrition, diz que ter uma boa alimentação rica em frutas, legumes e verduras aliada à prática de atividades físicas é a base de uma vida saudável. “Para a prevenção de doenças crônicas, a ingestão correta de vitaminas e minerais contribui para evitar seu aparecimento ou retardá-lo. A vitamina C encontrada em frutas como a laranja e a acerola, e a vitamina D que está presente em ovos, leite e carnes, são antioxidante e atuam na melhora da saúde óssea e do coração respectivamente. Garantir sua ingestão é uma estratégia inteligente para manter-se com altos níveis de energia e longe de patologias.”

2)                 Pratique exercícios físicos regularmente

Junto à uma alimentação saudável, a prática regular ajuda a prevenir a obesidade, que é um fator de risco para o câncer. “Dentre inúmeros benefícios que a atividade física nos traz, para o público feminino em especial o controle do percentual de gordura que é um dos fatores que podem potencializar o risco de doenças cancerígenas”, detalhou o profissional de educação física da Pulse Nutrition, Felipe Barboza.

3)                 Evite se estressar

O estresse é considerado um fator de risco pois aumenta a liberação de cortisol e outros hormônios. Encontrar formas de minimizar o impacto do estresse no dia a dia é importante. Massagens relaxantes e até mesmo a famosa drenagem linfática possuem benefícios que vão além da estética e contribuem para manutenção da saúde, como diminuição de estresse. “Os movimentos que fazemos ao realizar a drenagem em uma cliente também relaxam o corpo e contribuem para diminuir o estresse. São movimentos que proporcionam o relaxamento dos músculos e causam bem-estar”, explicou a esteticista Natália Nascimento.

Além disso, comer chocolate também pode! O queridinho entre as mulheres é um grande aliado para saúde. “Essa delícia não é proibida, mas só vale comer aqueles com pelo menos 70% de cacau. Esse fruto é um excelente remédio contra o estresse e tem benefícios funcionais a partir da liberação de hormônios que estão voltados para a sensação de prazer e bem-estar”, disse Mirian Rocha, especialista em chocolate.

4)                 Procure ter uma boa noite de sono

Cuidar da qualidade do sono é fundamental para a saúde. Hábitos como a meditação e o consumo de chás são considerados aliados para melhorar a qualidade do sono. “A meditação traz tranquilidade, concentração, diminuição da ansiedade, redução da depressão e melhora na qualidade do sono. São uma série de benefícios para o bem estar da mulher”, contou Ivana Cabral, reprogramadora mental.

Segundo a índia Michelle Rocha, proprietária da loja Naturelle, tomar chá antes de dormir também ajuda no relaxamento natural do corpo. “O chá de camomila com capim-limão antes de dormir ajuda a ter uma boa noite de sono pois são ervas calmantes naturais e fazem bem à saúde.”

5)                 Cuide da sua saúde mental

Ter uma boa saúde mental também importa, pois isso evita que as mulheres se descuidem. Segundo a especialista em desenvolvimento humano, Ester Gomes, o bem-estar deve estar em primeiro lugar. Conviver em um ambiente negativo pode levar a problemas de saúde física e mental, o uso abusivo de drogas ou álcool, faltas e perda de produtividade também são atitudes que prejudicam. Exercitar-se e praticar atividades que faça você se sentir bem são ótimas opções para reduzir a ansiedade e melhorar a saúde mental.

6)                 Se preocupe com a sua autoestima

Outro fator importante para garantir o bem estar da mulher é a autoestima. Trabalhar o amor próprio é essencial para a saúde. Uma pesquisa recente publicada pela Svenson mostra que 82% das pessoas entrevistadas afirmam que os problemas capilares podem influenciá-las emocionalmente. “Um bom corte de cabelo tem o poder de levantar a autoestima de qualquer um. Uma mudança de visual pode ser um primeiro passo para transformar a aparência e a autoestima. Mudar a cor dos fios e fazer uma boa hidratação ajudam a deixar os cabelos mais bonitos e aumenta a sensação de confiança da mulher”, disse Victor Padilha, cabeleireiro do Studio Nanno.

7)                 Atenção à saúde bucal também é essencial

Segundo a dentista Rita Ventura, a saúde bucal deve estar em equilíbrio com a saúde no geral, pois ela é uma das portas de entrada do corpo. “As bactérias causadoras da gengivite, por exemplo, têm a capacidade de entrar na corrente sanguínea e acarretar em outras doenças graves. E no caso das mulheres, temos os contraceptivos orais, a gravidez e até mesmo a menopausa que são fatores de risco para uma possível inflamação da gengiva, que pode trazer outras complicações.”

8)                 Não abra mão dos suplementos

As vitaminas são compostos essenciais para nosso corpo que realizam diversas funções e apesar da maioria das vitaminas serem adquiridas por meio da alimentação, os suplementos vitamínicos são aliados para garantir a ingestão adequada de todos micronutrientes essenciais. 

Ter uma alimentação regrada com todas as vitaminas e minerais necessários nem sempre é uma tarefa fácil na vida corrida da atualidade. Desta forma, os suplementos vitamínicos são aliados para garantir a ingestão adequada de todos micronutrientes essenciais. “A suplementação para a saúde tem se popularizado cada vez mais como uma aliada do bem estar e da longevidade garantindo praticidade e controle da ingestão adequada. O ideal é manter um acompanhamento com profissional de saúde para verificação frequente da ingestão e para recomendação específica de cada uma delas”, finalizou Tamara Borges, Health Coach da Pulse Nutrition.